Prefeitura Julho 138885
20/07/2021 às 10:39
Visualizações: 5643

Quirera Gourmet – 20/07/2021

Quirera Gourmet
Por: Romeu Scirea Filho
MAD Burguer Xanxerê 137153

Do Que Eu Quero Ficar Bem Longe

Pensei em escrever sobre os fofoqueiros, que invariavelmente apontam o dedo para as mulheres na hora de dizer quem é mais fofoqueiro. Escrever para comentar sobre eles, muitas vezes, especialistas em distorcer, aumentar e manipular, ou tirar conclusões apressadas. Eu tenho certeza de que na média os homens fofocam muito mais. E transformaram, assim como por milagre – daqueles sem necessitar explicação, é isso e pronto – as mulheres, como as maiores fofoqueiras da espécie. E não concordo!

Nas Cavernas

Mas também fiquei com vontade de escrever sobre os donos, usuários e portadores de horrorosos, vergonhosos e inaceitáveis preconceitos, qualquer um deles. Preconceitos contra mulheres, contra gays, negros, pobres, ricos. Condenar, menosprezar e rejeitar qualquer pessoa por sua cultura, sua opção sexual, pela cor de sua pele, ou por sua origem familiar para mim é atitude de gente que deveria morar, ainda hoje, e por muitos anos, nas cavernas! Isso sem preconceito com os homens das cavernas.

Teimosos

Porque quem ainda não acordou para a feiura dos preconceitos, esses não merecem viver com as mordomias, facilidades, confortos e avanços da tal “vida moderna”. Deveriam morar no escuro, tomar banho de água fria, sem telefone, televisão, rádio e qualquer acesso ao mundo moderno que, para ele, deveria ser inacessível! Não é nesse mundo moderno a casa em que os preconceituosos vivem. Eles vivem no atraso, na ignorância – e pior que não é por falta de opções de estudo e de evolução. É por teimosia mesmo.

Cidadania

Ou, se preferirem, são preconceituosos por burrice, toneladas dela. Por não querer entender, nem adotar, nem seguir o que a maioria absoluta das pessoas, de qualquer cultura, de qualquer país, de qualquer faixa de renda aceita, pratica e defende. Isso tem a ver com o conceito de Cidadania, com muita atenção ao capítulo “direitos e deveres”. E à certeza de que a liberdade de cada um vai até onde começa a liberdade dos outros; E também que somos iguais, e ninguém é nem deveria se achar, melhor que ninguém! E ainda que todos – sem exceção – temos a obrigação de tratar bem, cuidar e preservar o ambiente natural do planeta, a casa onde vivemos! Fico pensando até onde vai a cara-de-pau de muitos, sempre apelando para favores divinos, por qualquer coisa que necessitem, ou buscam. Mas tratam seus semelhantes, e o lugar onde todos moramos de maneira indigna e até irracional…Devem achar que Deus aprova, ou não vê isso!

Marketing

Existem muitas aberrações e absurdos nas atitudes e nas cabeças de humanos – muitas delas visíveis e identificáveis em muitos dos “tementes a Deus”, os que sempre tem Deus na ponta da língua, mas apenas da boca para fora! E parecem ser porta-voz do Senhor das esferas. Falam dele com tamanha intimidade e familiaridade que parecem ser seus assessores de imprensa, ou filhos diletos – mas suas atitudes não confirmam essa aparência! Anda cada vez mais difícil achar e vangloriar atitudes humanas dignas de elogios. Têm, elas existem é claro. Mas acabam ofuscadas, escondidas por soberbas exibições gratuitas de grandes feitos, divinas e santificadas práticas de solidariedade e de amor ao próximo – todas pintadas e bordadas no extremo capricho e no bem elaborado marketing da autopromoção pessoal, para que a pessoa ou um grupo delas, surja aos olhos de todos como “gente do bem”, dignas de fama, fortuna e, é claro, uma vaguinha no céu!

Direitos e Deveres

Assim, quero apresentar a todos “minha moção de louvor” aos que cumprem, com seriedade e competência, seu papel na sociedade sem esperar confete, serpentina notinhas em sites, elogios em colunas e citações de grandes comunicadores. Minha moção de apoio, solidariedade e reconhecimento vai para todo cidadão comum, homem ou mulher, anônimo e feliz, que cumpre rigorosamente o capítulo “deveres” sem esperar, muito menos ter o objetivo de conseguir qualquer recompensa, citação ou destaque. O mundo de hoje dá a impressão de que as pessoas fazem o bem não mais para ajudar e apoiar quem precisa de ajuda e de apoio. Fazem porque esperam um benefício, um reconhecimento por eles terem feito “o bem”, como se tal ato não fosse na verdade um de seus compromissos com a parte de “deveres” de todo cidadão. E de cristão, também, para muitos! Já cobrar seus “direitos” de cidadãos – todos sabemos, de cor e salteado! Já quanto aos deveres, nem se fala nisso!

Comunista!

Fofoqueiros, preconceituosos, péssimos cidadãos, pavões caridosos em busca da fama, ou da (para eles) merecida glória por serem extremamente competentes em divulgar suas boas ações, através de notícias, moções de louvor, ou nuvens de confete jogadas sobre si mesmos – entre outros –  estão na moda hoje no Brasil varonil! É um Brasil do qual tenho me esforçado para passar ao largo. Mas mesmo assim, não consigo ao mesmo tempo também…calado. E esse Brasil tem até o seu ídolo – um dos que incentivam a fraternidade e a caridade, desde que extremamente divulgados. Mas se você falar produzir um programa tipo o que é feito pelo Luciano Hulk na maior rede de televisão do país, porém falando e objetivando a promoção da Justiça Social, para todos, nesse mesmo país, você será tachado, imediatamente e radicalmente, de…comunista!

Régua e Compasso, Não!

É trágico ver isso, no Brasil: O endeusamento dos que fazem caridade porque querem serem vistos, promovidos e considerados “gente do bem”; e a condenação, sem dó nem piedade – e nem chances de se debater o tema – dos que lutam por Justiça Social e por uma vida mais digna, a todos e todas! Mercantilizaram a solidariedade!  Fazer caridade, dar algumas migalhas, ou nacos de pão, ou alguns pães inteiros, volta meia, é atitude digna de todos os lauréis, homenagens e moções de louvor! Mas viabilizar condições para que esse povo desassistido tenha condições de trabalhar e ganhar dignamente o seu sustento, de pescar o seu peixe, isso não! Isso é comunismo! E esse é o Brasil de quem eu quero distância! O Brasil de gente falsa, que “pratica o bem”… mas só daqui até ali. Que dá o pão, mas só para não ver gente morrer de fome!  E só quando dá para gravar, no celular… Mas é radicalmente contra a dar régua e compasso para esse mesmo brasileiro traçar seu caminho e ter uma vida digna!

 

 

 

 

MAD Burguer Xanxerê 137153

Últimas notícias

Portal Ronda Policial

CNPJ: 26.383.651/0001-00
Rua Victor Konder, 1005
Centro Comercial Chaplin - Xanxere/SC
CEP: 89820-000

Dados de contato

(49) 9 8852-5789 - Direção
(49) 9 9154-7405 - Xanxerê
(49) 9 9934-5537 - Bom Jesus
rondapolicial@rondapolicial.net.br