Prefeitura Xanxerê – Junho 2021 125138
10/06/2021 às 06:18
Visualizações: 5148

Quirera Gourmet – 10/06/2021

Quirera Gourmet
Por: Romeu Scirea Filho
Anuncie No Ronda 104198

Privatiza tudo, vai!

A queda de torres de transmissão, às 23:29 horas do dia 28 de maio, na região de Caçador aqui no Oeste catarinense, deixou cerca de 70 mil moradores totalmente sem energia por mais de 95 horas, e provocou enormes prejuízos! Incluídos aí desde a deterioração de alimentos congelados em milhares de residências, sem falar em hospitais, empresas, comércio e indústria e até a conservação de vacinas contra a Covid, salvas graças ao acionamento de geradores! As torres danificadas e a linha de transmissão que ficaram sem energia foram terceirizadas, ou privatizadas, e agora pertencem à empresa canadense Evoltz, que não possuía qualquer alternativa, ou “Plano B” para restaurar a transmissão. Algo que jamais aconteceu quando a Eletrosul e a Celesc eram responsáveis pelo suprimento de energia e pelas redes.

Imprensa, Zero!

Abaixo, em negrito, matéria publicada pelo Portal Coroado, de Caçador…Porque nossa grande imprensa estadual mal citou, e nem cobrou providências, nem explicações, da empresa Evoltz, responsável pela manutenção da rede e das torres. Para restabelecer a energia (95 horas depois) a Celesc teve que ser acionada pela empresa – que é canadense e pertence a um Fundo de Pensão de professores de um estado daquele país….!

Políticos e Governos Vergonhosos

O fato mostra – e desenha com todas as letras – as consequências de se privatizar tudo, como querem governos, políticos e grandes empresários que só pensam em lucros para o próprio bolso! E também mostra o atrelamento da imprensa catarinense, quase que a totalidade dela, que sequer lembrou de cobrar providências da empresa Evoltz. Algo que sempre fazia quando as redes eram de estatais, para denegrir as empresas públicas e forçar a venda (a preços de compadres) para a iniciativa privada – uma regra vergonhosa, em vigor hoje, em todo o Brasil!

Foto: Rádio Caçanjurê

Após 95 horas de apagão total, a energia elétrica foi restabelecida em Caçador. Depois de quase quatro dias a luz de velas e ao som de geradores, às 22h29 de terça-feira, as luzes se acenderam no município. A energia caiu na noite de sexta-feira, 28, às 23h31, com a queda de três torres de transmissão da Evoltz em Campos Novos, devido à ocorrência de um tornado com ventos superiores a 160 km/h. A queda das torres afetou também Videira, Rio das Antas, Fraiburgo, Lebon Régis, Macieira, mas diferente de Caçador, nestas cidades a Celesc conseguiu remanejar a rede através de ligações provisórias de outras subestações com fornecimento parcial e em forma de rodízio.

No caso de Caçador, a Celesc disse não ter alternativas e a única solução foi esperar o reparo na linha danificada com a queda das torres em Campos Novos. Os trabalhos no local são por conta da Evoltz, empresa responsável pela linha de transmissão. Nesta terça (01/06), a Prefeitura de Caçador decretou situação de emergência. A medida tem como objetivo agilizar ações de recuperação, principalmente para as atividades empresariais, seja no comércio, indústria e prestação de serviço, que tiveram perdas irreparáveis.

Autoridades políticas se manifestaram cobrando da Celesc alternativas para que o município de Caçador não fique refém de situações como essa, sendo um final de linha em se tratando de energia elétrica. Nas 95 horas sem energia em Caçador, o hospital Maicé funcionou com geradores, assim como a UPA 24h com o armazenamento de vacinas. (Fonte: Portal Coroado)

Só para lembrar: No congresso nossas excelências, os “representantes do povo” catarinense, senadores e deputados federais, votaram – todos menos os do PT – a favor da privatização da Eletrobrás!

Anuncie No Ronda 104198

Últimas notícias

Portal Ronda Policial

CNPJ: 26.383.651/0001-00
Rua Victor Konder, 1005
Centro Comercial Chaplin - Xanxere/SC
CEP: 89820-000

Dados de contato

(49) 9 8852-5789 - Direção
(49) 9 9154-7405 - Xanxerê
(49) 9 9934-5537 - Bom Jesus
rondapolicial@rondapolicial.net.br