Super Auto Multimarcas
Criative Luminosos Xanxerê
Perfetto Café
Academia Spaço Fitness
Badotti Topo
Menu Site 02 – 04 seg

Notícias

Home >Notícias >Os benefícios da radiofrequência

COLUNISTA Estética & Beleza Visualizações: 233

Os benefícios da radiofrequência

Os benefícios da radiofrequência

Hoje vim falar de um procedimento estético não invasivo que gosto muito. A radiofrequência, ela é muito utilizada na dermatologia e estética tendo sido usada pela primeira vez no século XIX pelo físico francês Jacques-Arsíne`D`Ansorval.

A radiofrequência é um tratamento muito utilizado na dermatologia estética, tendo sido usada pela primeira vez no século XIX pelo físico francês Jacques-Arséne D’Ansorval.

Nesse tratamento, correntes elétricas oscilam na frequência de rádio possuem propriedades especiais que não são encontradas nas correntes contínuas ou alternadas de baixa frequência. Essas correntes irradiam energia pelo condutor através de ondas eletromagnéticas, que é a base de sua tecnologia.

Existem diferentes frequências que variam de aparelho para aparelho, e cada uma delas atinge a pele em diferentes profundidades. Essas frequências geram calor, que deve ser mantido em temperaturas específicas para cada caso, entre 37ºC e 42ºC. Essas temperaturas causam o efeito de estimulação na produção de fibroblastos e colágeno.

Não é um tratamento invasivo, podendo ser feito sem demais problemas. É aplicável a praticamente qualquer parte do corpo, exceto tireoide, sendo mais comum nas áreas de pernas, coxas e glúteos, abdome, braços e face. As indicações para o tratamento são flacidez, linhas de expressão e rugas, gordura localizada, celulite e estrias.

Para diferentes resultados são utilizados diferentes frequências e ponteiras. Por exemplo, para se obter resultados para lipodistrofia, a popular gordura localizada, o calor proferido pelas ponteiras que o espalham atua diretamente nas células de gordura, acelerando o metabolismo celular e melhorando a difusão de nutrientes, além de reduzir o volume do tecido adiposo.

O processo para a celulite é semelhante. Histologicamente, o processo de formação da celulite, ou fibro edema geloide (FEG), apesar de complexo, pode se resumir à uma deficiência do processo de filtração e reabsorção do sistema linfático. A gordura localizada, por exemplo, é um dos agravantes da celulite, pois dificulta ainda mais esse processo.

Dito isso, a radiofrequência aplicada ao FEG também atuará na lipodistrofia, pois a inflamação do tecido adiposo melhora ambos os quadros, a temperatura devendo ficar entre 37ºC a 39ºC.

Para a produção de colágeno, que é para quadros de linhas de expressão e flacidez, as temperaturas devem ser mais altas, estáveis em pelo menos 40ºC. Essa produção de calor faz com que haja uma imediata reação dos fibroblastos e colágeno que já existem no organismo, então há uma sensação de firmeza na pele. Sequencialmente, as células começam a aumentar sua produção. Se realizada corretamente, pode-se eliminar linhas finas e reduzir drasticamente rugas já formadas.

Excelente tratamento, quem deseja resultados rápidos e não invasivos, vale a pena investir e conhecer.

Publicidades

Delmar interno
Pet Fino Faro Interno
Bianca Turismo – Interna
LisaFarma Interno
Wustro Interno
Restaurante Interno
Milte Interno
Zelar Interno
La Luna Modas – Gerusa
NetXan Interno
For boys rodapé
Reana central