Aniversário 23 anos de Bom Jesus
Promoção dia dos Pais
Campanha Senai – Julho
Academia Spaço Fitness
Badotti Topo
Menu Site 02 – 04 seg

Notícias

Home >Notícias >Merisio sofre para atingir dois dígitos nas pesquisas

COLUNISTA Conexão Política Visualizações: Contabilizando

Merisio sofre para atingir dois dígitos nas pesquisas

Merisio sofre para atingir dois dígitos nas pesquisas

Apesar de ter um pequeno crescimento na última pesquisa divulgada pela RIC TV Record de Santa Catarina, a condição de Gelson Merisio (PSD) ainda é muito preocupante e sua candidatura não vem encontrando simpatia no eleitorado catarinense. Merisio, que em outras pesquisas não navegava nas casas dos 7 e 8%, apareceu nesta recente pesquisa com 10% da preferência do eleitorado. O problema de Merisio foi o crescimento dos seus outros principais concorrentes, principalmente o de Paulo Bauer (PSDB) que aparece liderando em dois cenários e num terceiro tecnicamente empatado com Espiridião Amin (PP). Fazendo uma leitura rápida da pesquisa divulgada pela RIC, nota-se que Amin não consegue transferir seu eleitorado para Merisio, com quem o PP fechou acordo para as eleições de outubro. Quando Amin sai da disputa parte de seu eleitorado migra para a candidatura de Bauer e, outra parte, aumenta consideravelmente o número de indecisos e isso é um fator preocupante para Merisio. Vale lembrar que muitos desses progressistas estiveram ao lado de Bauer nas últimas eleições estaduais e podem, desrespeitando uma decisão partidária, apostarem na candidatura do Tucano ao governo catarinense. Bauer sim parece ter sua posição consolidada. Nas outras pesquisas o senador aparecia na casa dos 22% e nesta última da RIC teve um leve crescimento e em algumas situações atingiu a casa dos 25%. Caso esses números se confirmarem em outubro estaria num eventual 2º turno. Enquanto isso Merisio luta para superar esta casa dos dois dígitos nas pesquisas, pois só consegue superá-los em combinações improváveis de candidaturas. As definições só acontecerão em agosto, mas com a aproximação da data final as manobras políticas irão se intensificar e nem a candidatura de Merisio está 100% assegurada. Nomes como os de Amin e de Colombo não querem colocar seu nome em disputa numa eleição com grandes chances de fracassar, por isso podem trabalhar uma coligação que possa garantir suas eleições ao senado, que é o grande sonho destes tradicionais políticos catarinense. Enquanto isso o PSDB trabalha na candidatura de Bauer que parece cada vez mais irreversível. O senador tem uma condição muito favorável já que lidera em vários cenários. Além disso, em um provável 2º turno entra com uma vantagem muito grande, já que o desgaste promovido por Merisio com os Emedebistas transforma os tucanos em válvula de escape de qualquer uma das candidaturas derrotadas no primeiro turno. Simplificando! Caso Bauer vá para o segundo turno com o MDB, eleitores de Merisio e Amin tendem a votar no tucano e o mesmo acontece se Merisio for para o segundo turno com Bauer. Os emedebistas não pensarão duas vezes em votar no candidato do peessedebista.

Publicidades

Bianca Turismo – Interna
Joelcir Interno
LisaFarma Interno
Wustro Interno
Restaurante Interno
Milte Interno
Chapeação PerformanceCar Interno
La Luna Modas – Gerusa
NetXan Interno
Prefeitura Xxe – Mutirão Mamografia
For boys rodapé
Fechar